Responsabilidades

As articulações de meus dedos já doíam quando ele parou de se debater. Um espasmo rápido e seus músculos se contraíram, antes de relaxar e se estender completamente. As marcas de minhas mãos ficaram impressas em seu pescoço, num tom arroxeado.

Acendi um cigarro e fiquei contemplando seu corpo inerte jogado ao chão. Os olhos arregalados pararam em minha direção, como se me olhassem também. A boca entreaberta deixava parte da ponta da língua para fora. Aproveitei a bituca que ainda fumegava e queimei seu braço, uma lição antiga de um professor de Legislação que jurava que aplicava esse teste em todo velório que ia. Se formasse bolha era porque ainda estava vivo. Não fez, meu trabalho estava terminado.

Hora de voltar para casa.

A primeira vez que ele apareceu foi no banheiro, não tenho mais certeza. Abri o box ao sair do chuveiro e me deparei com ele ali, parado, em pé no canto. Mentiria se dissesse que me assustei. Fiquei parado na sua frente, encarando-o. Não sou homem de fugir às minhas responsabilidades. Ele, por sua vez, permaneceu imóvel, alheio à minha presença. Peguei a toalha, me enxuguei e abri o vitrô para escovar os dentes.

A partir daí, começou a me seguir para todo lugar que eu fosse. Sempre calado, como uma sombra sorrateira. Caminhava ao meu lado na rua, um pouco mais atrás, contando os passos. Com o passar dos dias, percebi que seu corpo ia se putrefando, exalando um cheiro cada vez mais forte e nauseante. Um cheiro que conhecia bem.

Aprendi a conviver com isso, embora deva confessar não ser algo muito agradável. Principalmente quando se senta ao meu lado no almoço, com os olhos perdidos num horizonte de morte.

Evidente que só eu posso vê-lo. Mesmo aqui, do meu lado, enquanto escrevo essas linhas. Nossos mortos, nós próprios devemos carregar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s